Visitando o Farol da Barra

Publicado por

Adoro levar as visitas que recebo em Salvador ao Farol da Barra, e não faltam motivos. Ele reúne algumas características perfeitas para um passeio proveitoso: uma bela vista, um museu incrível – o Museu Náutico, história, proximidade com ótimas praias, fácil acesso, combina tranquilamente com outras atrações que dá pra chegar com uma rápida caminhada.

Um dia desses, claríssimo e sem nuvens, saí do trabalho correndo para pegar o pôr do sol e realizar um desejo: subir na torre do farol, que é aberta a visitação e eu não conhecia ainda.

Ir no fim da tarde é muito compensador. Lá de cima, o visual é incrível para qualquer lugar que se olhe. Só não pense que você poderá ficar lá em cima curtindo a vista até que o sol se ponha por completo – pode gastar todos os seus argumentos com o faroleiro, que o dele sempre vencerá no final: você está na torre de um FAROL, e ele tem que ser ligado assim que escurece…

Farol 6

Então, recomendo que um pouco antes de o sol chegar naquela posição em que a cada segundo o céu vai ficando mais maravilhoso e incrível, é recomendável descer logo para o pátio central do Forte, que a vista de lá também é de cair o queixo.

Farol - Vista a noite 2

As exposições do Museu Náutico apresentam marcos importantes da história marítima do Brasil e da Bahia, seus personagens e algumas passagens interessantes, como a brabeza dos heróis das batalhas de independência do Brasil na Bahia, que perseguiram os portugueses derrotados pelo Atlântico até a foz do Tejo (fiquei fã!).

Logo nas primeiras salas, não dá pra perder a exposição de miniaturas de navios em garrafas. Alguns nomes das naus são nossos conhecidos das aulas de história.

Farol da Barra - Garrafinhas

Também estão expostos os artefatos encontrados do naufrágio do Galeão Sacramento, ocorrido próximo ao Rio Vermelho. Foi este naufrágio, em que muitos figurões perderam suas vidas,  que motivou a construção da torre do farol da Barra. Antes, era só um forte militar.

FArol - Expo 1

Outra sala interessante mostra grandes lentes de antigos faróis, astrolábios, uma calculadora enoooorme de marés, mapas antigos e outros itens das navegações dos séculos passados. Bom pra gente não esquecer a coragem dos antigos exploradores dos oceanos.

Há uma cafeteria simples no pátio do Forte, ideal para contemplar a Baía de Todos os Santos, caso alguém queira dar uma pausa no passeio. Uma lojinha logo na entrada possui uma diversidade de lembranças da Bahia e alguns itens específicos referentes ao Farol.

FArol - Vista a noite 3

Acredito que, incluindo o pôr do sol, a visita pode levar em torno de 1h30. Quando estivemos por lá, os ingressos custavam R$15,00 a inteira e R$7,50 a meia.  O museu fechava às 18h.  Informações atualizadas sobre dias e horários de funcionamento, preços e exposições no http://www.museunauticodabahia.org.br/

Farol - Vista a noite 1

 

3 comentários

  1. Parabéns!
    Amando suas dicas e feliz por sentir-me tão próxima desses espaços culturais de Salvador através do seu olhar sensível, alegre e competente. Grata.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s